Trabalhos

Bem-vindo à página sobre os meus livros de ensaio, poesia e conto. Aqui pode ver as capas, consultar as sinopses e ler diversos excertos das minhas obras. Obrigado pela visita.

Contos de amor, desejo e perda

Contos de amor, desejo e perda, de João de Mancelos, é um conjunto de histórias marcadas pela solidão. Dois amantes em fuga, uma jovem com um segredo perigoso, um ex-combatente sem paz: todos procuram o amor. Excerto.

Introdução à narrativa cinematográfica

Introdução à narrativa cinematográfica, de João de Mancelos, foca aspetos como personagens, espaço, tempo, estrutura, géneros, etc., propondo um olhar mais atento sobre as histórias contadas no ecrã. Excerto.

O teu nome incendiado de azul

O teu nome incendiado de azul é o sexto livro de poemas de João de Mancelos. A obra é constituída por sessenta composições, focando aspetos como o amor, a criação poética, a morte e a eternidade. Excerto.

Todas as cores da América: A literatura multicultural

Todas as cores da América: A literatura multicultural, de João de Mancelos, analisa contos de Maxine Kingston, Sandra Cisneros, Sherman Alexie, etc., acerca da identidade étnica nos Estados Unidos da América. Excerto.

Mulheres fatais, detetives solitários e criminosos loucos

Mulheres fatais, detetives solitários e criminosos loucos: Estudos sobre cinema, de João de Mancelos, é o livro ideal para conhecer a filmografia de Stanley Kubrick, Terrence Malick ou Alejandro Iñarritu. Excerto.

O pó da sombra

O pó da sombra é o quinto livro de poemas de João de Mancelos. Na primeira parte, o autor percorre a latitude da paixão, desde a perda ao júbilo. Na segunda, evoca cidades modernas e antigas metrópoles. Excerto.

Magia negra: A obra de Toni Morrison

Magia negra: A obra de Toni Morrison, de João de Mancelos, debruça-se sobre os principais temas desta autora afro-americana, vencedora do Prémio Nobel da Literatura: identidade, história, sobrenatural, etc. Excerto.

Manual de guionismo

Manual de Guionismo, de João de Mancelos, é um livro indispensável a quem desejar escrever um argumento. Inclui técnicas que levam o escritor desde a ideia à forma, passando pela construção da intriga. Excerto.

Uma canção no vento: A poesia de Eugénio de Andrade

Uma canção no vento: A poesia de Eugénio de Andrade, de João de Mancelos, estuda a relação entre a obra do nosso poeta e o trabalho de autores do cânone anglófono, de William Shakespeare a Walt Whitman. Excerto.

Manual de escrita criativa

Manual de Escrita Criativa, de João de Mancelos, apresenta técnicas para escrever uma narrativa. Aprenda a recolher ideias, desbloquear a inspiração, construir uma personagem, estruturar o enredo, etc. Excerto.

Introdução à escrita criativa

Introdução à Escrita Criativa, de João de Mancelos, sugere técnicas úteis para escrever um livro. Como desbloquear a inspiração? Como inventar heróis de papel e tinta? Como redigir diálogos naturais? Excerto.

O marulhar de versos antigos: A intertextualidade em Eugénio de Andrade

Em O marulhar de versos antigos: A intertextualidade em Eugénio de Andrade, João de Mancelos analisa a influência de vários escritores do cânone inglês e norte-americano na obra do nosso poeta. Excerto.

O que sentes quando a chuva cai?

Quem nunca espreitou alguém pelo buraco da fechadura ou folheou uma revista ousada? Em O que sentes quando a chuva cai?, João de Mancelos transforma o leitor num voyeur e num cúmplice atrevido. Excerto.

Línguas de fogo

Línguas de fogo, o quarto livro de poemas de João de Mancelos, divide-se nas secções: os passos de ulisses (sobre a Odisseia), hiper-escrita, epifanias (poemas de amor) e pequenas prosas (apontamentos). Excerto.

As fadas não usam batom

Em As fadas não usam batom, de João de Mancelos, o leitor aprenderá a beijar uma rapariga com aparelho nos dentes, conhecerá uma atriz perdida nas personagens, e descobrirá o segredo de dois gémeos. Excerto.

Foi amanhã

Em Foi amanhã, de João de Mancelos, o leitor conhecerá um par de gémeos ligados para além da vida, dois arqueólogos que descobrem a fonte da eterna juventude e um planeta onde os humanos são presas de caça. Excerto.


João de Mancelos

João de Mancelos nasceu em Coimbra, em 1968. É doutorado em Literatura Norte-Americana, pós-doutorado em Estudos Literários e agregado em Estudos Culturais. É docente universitário e escritor.